Inicial > Diversos > Análise: Java: como programar – 6ª edição

Análise: Java: como programar – 6ª edição

Se você é daqueles que nunca programou antes e gostaria de começar o seu aprendizado com a linguagem Java, este livro é perfeito. Se você já tem alguma experiência com programação em outras linguagens, como C/C++ (o meu caso quando adquiri esse livro) e gostaria de começar a aprender Java, este livro também é perfeito. Agora, se você já programa em Java há vários anos e quer algum livro que cubra assuntos avançados, como programação web, então este livro não é perfeito. Porém, ainda sim, ele poderá ser usado como consulta.

capa_javacomoprogramarEsse é o melhor livro relativo à uma linguagem de programação que eu já encontrei. Quem acabou de chegar à faculdade e nunca programou na vida (o que era o meu caso) sabe como é frustrante não encontrar um livro sequer que ensine, linha por linha, o que está acontecendo no código. Neste livro, porém,  você encontra essa explicação.

Uma das coisas que eu mais odeio em livros de programação é a falta de exemplos. Como você aprendeu a andar de bicicleta? Pegando a bicicleta e caindo várias vezes. E a controlar um carro manual para este não “afogar”? Somente dirigindo. Por mais óbvio que isso possa parecer, a maioria dos autores simplesmente esquecem disso e deixam que o leitor se vire em busca de exemplos. Isso não é o caso neste livro. Ele é TODO baseado em exemplos. E não são aqueles exemplos com apenas uma parte do código. Aqui, o código é mostrado em sua totalidade. Algumas pessoas podem achar que os autores mastigaram até demais neste ponto. Eu não acho. O intuito de uma pessoa em comprar um livro como este é o de APRENDER a programar na linguagem Java. Como alguém vai aprender bem alguma coisa se não existem exemplos completos, que não necessitem de nenhum conhecimento anterior para serem completamente entendidos? Neste livro, tudo o que você precisa para aprender está nele (e no CD).

O livro é enorme: 1061 páginas, fora os capítulos e materiais extras presentes no CD-ROM. Logo, é preciso saber procurar bem o que você deseja encontrar. O que não é problema com o índice analítico presente no final do livro . Em poucos segundos você descobre exatamente onde está a informação que você precisa. Esse é outro ponto alto do livro. Ele é muito bem organizado, e, conseqüentemente, encontrar o que você procura fica fácil.

O nível de detalhes presentes no livro chega a ser absurdo. Todas os detalhes da linguagem Java são cobertos. O livro também cobre algumas das principais classes presentes nos JDKs. Tem de tudo: GUIs, controle de arquivos e fluxos, coleções, redes, acesso à banco de dados com JDBC e, por fim, uma breve, mas muito boa, introdução aos Servlets e JSPs. Essa base é mais que suficiente para você começar a programar aplicações bem interessantes.

Assim como o ponto mais forte do livro é o seu nível de detalhes, este também acaba sendo o seu ponto mais fraco. Por exemplo, vamos supor que você queira, rapidamente, capturar uma exceção e tratá-la. Uma ou duas páginas seriam mais que suficiente para uma rápida explicação e resolução do problema (desde que você não queira saber os detalhes). Porém, o livro mostra, literalmente, TODAS as possibilidades que podem ocorrer no lançamento e tratamento de exceções. Isso é ótimo pois, cedo ou tarde, você vai precisar saber desses detalhes. Por outro lado, uma pessoa que está aprendendo exceções naquele momento fica perdida com tanta informação e com certeza não conseguirá assimilar todo o conteúdo. Talvez o ideal seria você aprender a programar um pouco com este livro, aprender o resto com apostilas, como as da Caelum e, finalmente, voltar ao livro, para se aprofundar e usá-lo como consulta.

Tal como Redes de Computadores e a Internet: uma abordagem top-down, “Java: como programar” apresenta uma tradução soberba. Não se preocupe com aquelas péssimas traduções encontradas na maioria esmagadora dos livros, feitas por quem não entende nada de programação. Nesse aqui eles fizeram um trabalho realmente muito bom. Eu sempre preferi ler livros em inglês (para praticar a língua), mas, neste aqui, eu devo admitir que me rendi à sua excelente tradução!

Resumindo, se você programa em Java ou está pensando em começar, “Java: como programar” é um livro obrigatório. Ele não cobre com profundidade assuntos avançados como Servlets, JSPs, e APIs mais avançadas, porém, te dá a base para você conseguir compreender realmente como a linguagem Java funciona e não cometer erros bobos no futuro (devido à falta de conhecimento de certos detalhes dessa linguagem).

Anúncios
Categorias:Diversos
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: